Sem tempo para prévias, PMDB espera definição de Iris ou Friboi antes da convenção. Ao PT só resta espernear

 

Até segunda ordem, Júnior Friboi é o pré-candidato oficial do PMDB, e não será o PT quem vai determinar o prazo ou nome que o partido vai lançar. Pelo menos nisso concordam Iristas e Friboizistas, mas O impasse dentro da legenda segue, e se dá pelo fato do líder peemedebista Iris Rezende não se posicionar oficialmente se quer ou não ser o candidato para a disputa ao governo de Goiás.

 

Dizem que em política vale tudo, e Iris Rezende que é maior  referência do partido, usa de artifícios pouco ortodoxos e nada condizentes com a posição que ocupa na história do partido e de Goiás. Ao não se manifestar, Iris acaba por promover o jogo rasteiro e mesmo sem dizer uma palavra sobre o assunto, vai desconstruíndo a pré candidatura de Friboi, ao tempo que dá falsas ilusões ao PT que pensa ter em Antônio Gomide um nome forte para ser ofertado a população como alternativa a Friboi.

 

José Nelto não fugiu dos questionamentos sobre as pesquisas, disse que o governo de Marconi Perillo (PSDB) é articulado, usa a máquina estatal a seu favor e “não tem piedade da oposição”.

 

“A oposição tem que ter inteligência, sabedoria e ter um projeto para mostrar para o Estado de Goiás que esse governo está vencido, que é hora de trocar. A sociedade quer um governo do PMDB, da oposição, que tenha realmente compromisso para mudar a segurança pública, a saúde e a educação em Goiás. Esse é o projeto que nós temos que apresentar: um projeto de mudança.”

 

O Deputado Samuel Belchior, presidente do PMDB, disse que parte do PT já se mostrou favorável ao partido compor na chapa majoritária sem necessariamente ter o cabeça de chapa.

 

“O que eles querem? Querem escolher o nome que o PMDB vai lançar antes do dia 29, porque, dependendo do nome… É isso que estou entendendo das várias conversas que temos tido”, analisou Samuel Belchior, que reitera ser inadimissível que o PT queira definir os nomes do PMDB.

 

A reunião entre a executiva estadual do PMDB e a comissão pró-Iris realizada nesta segunda-feira serviu, segundo o presidente estadual da sigla, deputado Samuel Belchior, para iniciar a “tentativa de afunilamento” do nome a ser o cabeça de chapa pela legenda. Depois de mais de quatro horas de conversas a portas fechadas com à exaltação de ânimos, a única definição prevista é a de que a resposta não sairá antes da desincompatibilização de Antônio Gomide (PT).

 

Houve se de tudo em relação as pré candidaturas, só não foi escutado ou dito que Iris Rezende, quer ou não quer ser candidato, mas as entrelinhas dos textos e os fatos ocorridos falam por si só, e querendo ou não, Iris está candidato, sem dizer se é postulante ou não é postulante, o ex-prefeito deixa margem para que falem por ele.

 

Assim com já declarou Gomide, Iris também só seria candidato na chapa majoritária ao Governo, não é cogitado pelos Iristas a sua participação para disputar a Vice ou Senado. Assim como Gomide, Iris Rezende pode ser preterido, justamente por que o tom da afirmação, dita ou não dita por ele, soa como um ato arrogante de quem quer a qualquer custo o poder. O que quer a população, o que almejam os eleitores e os anseios da sociedade goiana, eles vão pensar depois, primeiro é preciso garantir a vaga como candidato.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s