Redução de despesas e a “Bolsa Família” do Corinthians

Blog do Paulinho

negão andrade

Assim como ocorreu com o PT nas eleições presidenciais -partido, aliás, que serve de referência para a atual gestão – o novo presidente do Corinthians, Roberto “da Nova” Andrade, desceu do discurso “País das Maravilhas”, utilizado em campanha, para a realidade de uma situação de dificuldades, principalmente financeiras, que obrigou-o a convocar, por falta de qualificação interna, um grande nome da oposição, Emerson Piovesan, na tentativa de sanear os problemas.

Qualquer semelhança com a nomeação do oposicionista Joaquim Levy por Dilma Rousseff (PT), no Governo Brasileiro, não se trata de mera coincidência, mas de desespero semelhante.

Certamente pressionado por Piovesan, o mandatário Roberto Andrade, (estranhamente não Andres Sanches, como acontece costumeiramente, que parece preferir falar de assuntos menos espinhosos) concedeu entrevista, ontem, ao Estadão, uma espécie de Editorial – pela falta de questionamentos – sobre os procedimentos necessários para minimizar as despesas do Corinthians.

Disse que o clube mantém 977 funcionários, sendo que destes…

Ver o post original 340 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s