NOTA OFICIAL – Vereador Paulo Magalhães (PSD)

5d8e6583-0b63-4cdb-8bc0-e317a34fc56bNa manhã desta quarta-feira (30), durante sessão plenária, esteve em pauta para apreciação e votação o Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município de Goiânia, de autoria do vereador Paulo Magalhães, que visa modificar o período legislativo da Câmara de Vereadores, diminuindo o recesso dos parlamentares.
Diante de uma sessão bastante tumultuada e polêmica, durante a discussão do Projeto, o vereador Felisberto Tavares foi até a mesa do vereador Paulo Magalhães para agredi-lo verbalmente, utilizando palavras como oportunista e moleque, entre outros adjetivos agressivos, na tentativa de desqualificar o Projeto e o trabalho que Magalhães vem realizando a favor do povo goianiense.
Paulo Magalhães, com 68 anos e como ser humano, passivo de erros a atitudes provocativas, reagiu como forma de defesa, visto que Felisberto Tavares o agrediu verbalmente e poderia também agredi-lo fisicamente diante de tamanha falta de respeito e reconhecimento ao trabalho e a dignidade de Paulo Magalhães. Desde do início do seu mandato, Paulo tolera as provações desse vereador.
Nesse sentido, Magalhães pede desculpas a toda a sociedade e reconhece que o plenário da Câmara Municipal é o local para debater as ideias, fiscalizar e criar leis que irão beneficiar a sociedade. Ao mesmo modo, reafirma seu posicionamento em não aceitar provocações e a tentativa de desrespeitar sua honra e seu trabalho.
Recesso

vanderlan
Apesar da polêmica, a proposta de diminuir o recesso de 92 dias dos parlamentares, de autoria de Paulo Magalhães, foi aprovada por unanimidade dos 24 vereadores presentes. O projeto volta ao plenário para segunda e última votação após os 10 dias de interstício previstos em Lei. Durante a apreciação ainda podem ser apresentadas emendas modificando o texto aprovado hoje.
O projeto de Emenda à Lei Orgânica se arrastava desde agosto de 2013 e sofreu várias tentativas de mudança através de emendas apresentadas pelos vereadores. A matéria aprovada hoje, foi a proposta original de Magalhães, que reduz o recesso pela metade (45 dias) sendo de 1º de Fevereiro a 15 de Julho e de 1º de Agosto a 31 de Dezembro.
Magalhães havia proposto uma emenda substitutiva, diminuindo o recesso para 30 dias, após manifestação da sociedade, que foi rejeitada hoje em plenário. Também foi rejeitada proposta do vereador Geovani Antônio que estabelecia recesso de 55 dias, como acontece no Congresso Nacional.
Ponto Biométrico
Conforme afirmado pelo presidente da Casa, vereador Anselmo Pereira amanhã, quinta-feira (01), deverá entrar em pauta outro importante projeto do vereador Paulo Magalhães, o que propõe a adoção do “ponto biométrico” para os vereadores. A matéria foi apresentada em 2014 e ainda não foi apreciada pelo plenário.
De acordo com a proposta, a Mesa Diretora da Câmara deverá utilizar o painel eletrônico de gerenciamento de sessões, para registro e controle de presenças dos vereadores. Para tanto, o vereador deverá registrar sua presença e permanência nas sessões por meio do ponto biométrico.

Fonte: (30) NOTA OFICIAL Na manhã desta quarta-feira (30),… – Paulo Magalhães II

Vereadores aprovam projeto de Paulo Magalhães que diminui recesso dos parlamentares

O projeto que modifica o artigo 76 da LOM- Lei Orgânica do Município, ainda tem que passar por mais uma votação em Plenário para se tornar Lei.

nota

Depois de muita polêmica, em sessão bastante tumultuada, os vereadores aprovaram hoje em primeira votação o projeto do vereador Paulo Magalhães (PSD) que propõe redução do período de recesso parlamentar da Câmara.

O projeto de Emenda à Lei Orgânica, foi apresentado em 14/08/2013 e sofreu várias tentativas de mudança através de emendas apresentadas pelos vereadores, inclusive uma do presidente da Casa, Anselmo Pereira (PSDB) que foi rejeitada na Comissão Mista. A emenda propunha apenas 30 dias de recesso. As sessões deveriam ocorrer de 07 de Janeiro a 16 de Julho e de 1º de Agosto a 22 de Dezembro. Atualmente são 92 dias de recesso, já que o período legislativo começa no dia 15 de Fevereiro e vai até 30 de Junho e de 1º de Agosto a 15 de Dezembro.

A matéria aprovada hoje, foi a proposta original de Magalhães, que reduz o recesso pela metade (46 dias) sendo de 1º de Fevereiro a 15 de Julho e de 1º de Agosto a 31 de Dezembro. Magalhães havia proposto uma emenda substitutiva, passando para 22 de Dezembro o último dia de sessões, para não atrapalhar as comemorações de final de ano. A emenda foi rejeitada hoje em Plenário. Também foi rejeitada proposta do vereador Geovani Antonio (PSDB) que estabelecia recesso de 55 dias, como acontece no Congresso Nacional.

UNÂNIMIDADE

Apesar da polêmica, a proposta de Magalhães foi aprovada por unanimidade dos 24 vereadores presentes. Ninguém se posicionou contra a iniciativa de redução do recesso. Inclusive, o vereador Felisberto Tavares, através de emenda derrotada em Plenário em outra ocasião, já havia proposto o fim do recesso, com sessões acontecendo de 1º de Janeiro a 31 de Dezembro.

Vários vereadores usaram a Tribuna para lembrar que o trabalho dos parlamentares não se restringe ao Plenário, onde acontecem as sessões legislativas e endossaram a declaração do vereador Elias Vaz (PSB) que afirmou que recesso é diferente de férias. “Nós não temos 92 dias de férias, temos recesso dos trabalhos legislativos disse ele, acrescentando que todos os vereadores continuam trabalhando durante o recesso, só que fora da Casa”.

O projeto volta ao Plenário para segunda e última votação após os 10 dias de interstício previstos em Lei. Durante a apreciação ainda podem ser apresentadas emendas modificando o texto aprovado hoje.

por Silvana Brito Martins

Fonte: Câmara aprova diminuição do recesso dos parlamentares — Câmara Municipal de Goiânia

Enfim Nico Rosberg ganha seu primeiro título mundial de Fórmula 1 – TV R

O alemão Nico Rosberg ganhou seu primeiro campeonato mundial de Fórmula Um neste domingo, depois de terminar em segundo lugar no Grand Prix Abu Dhabi, corrida vencida pela outra Mercedes do seu companheiro de equipe Lewis Hamilton.

Depois de todo o suspense e expectativa, a corrida viu Hamilton galgando sua 10ª vitória da temporada, a quarta consecutiva, mas poucos acreditavam que o inglês conquistasse o título, da a vantagem oceânica de Rosberg.

O filho de Keke Rosberg precisava apenas terminar entre os três primeiros para ter a certeza do seu primeiro título, a conquista faz dele o terceiro campeão do seu país depois de Michael Schumacher e Sebastian Vettel.

O título de 1.982 teve como vencedor Keke Rosberg, e pela segunda vez no Mundial de Fórmula 1 pai e filho se tornam campeões da categoria. Os primeiros vieram da Grã-Bretanha, Graham e Damon Hill, detentores do feito até então.

Neymar não é o único! MP espanhol também pede a prisão de Samuel Eto’o por fraudes fiscais

De acordo com o diário, se a acusação da Fiscalia espanhola vingar, o jogador ainda terá que pagar uma multa de 14 milhões de euros (cerca de R$ 50,8 milhões) por quatro diferentes delitos fiscais.

A investigação apontou que o atacante fez a transferência de seus direitos esportivos a duas empresas: uma espanhola e uma húngara. No total, o jogador fraudou 3,46 milhões de euros (cerca de R$ 12,55 milhões) entre os anos de 2006 a 2009, segundo contas da acusação. A promotoria ainda acredita que Eto’o deveria ter sido tributado à alíquota máxima de imposto de renda (fixada em 45%).

Eto’o joga atualmente no Antalyaspor, da Turquia, mas jogou por cinco temporadas pelo Barcelona e se tornou um dos melhores jogadores do mundo nesta época.

Leia mais… Ministério Público espanhol pede a prisão de Samuel Eto’o por fraudes fiscais

Site Questão Brasil com informações e notícias do Brasil e do Mundo. O enfoque central deste blog é o nosso querido estado de Goiás, mas nos permitimos abordar qualquer tipo de assunto pertinentes ao Brasil ou de qualquer parte do Mundo, afinal de contas tudo o que acontece por ai são ASSUNTOS DE GOIÁS. www.assuntosdegoias.com.br

%d blogueiros gostam disto: